Arquivos de Tag: Copa do Mundo 2014

Fotografia na Copa

ap_ibsen13

Estádio Arena das Dunas, em Natal, onde ocorreu 4 jogos durante a Copa do Mundo.

Essa é a Copa das imagens. De acordo com estatísticas da própria Fifa, circulou mais de três milhões de fotografias somente nas redes sociais, na primeira fase do mundial. O famigerado “selfie” – autorretrato no bom Português – se tornou febre em todos os níveis, de chefe de estado, torcedores, jornalistas e jogadores também, que usam seus smartphoes para projetar as imagens.

Fotógrafos do mundo inteiro apontaram suas câmeras para tudo que aconteceu dentro das Arenas esportivas, onde jogadores fizeram poses na hora do gol e os torcedores vêm fantasiados das figuras folclóricas dos seus países para chamar a atenção das lentes dos fotógrafos. Há também a estonteante beleza das “musas da arquibancada”, lindas mulheres das mais diversas etnias.

As grandes lentes brancas são da Canon, que parecem se espalhar em torno do campo. As lentes pretas são das outras marcas como Nikon e Sigma. Todas são teleobjetivas muito claras, com abertura média de 2.8 e com distância focal de 300 mm em diante. É necessário um monopé para apoiar a câmera e a lente, que pesam mais de 5 kilos as duas juntas. Quando o fotógrafo quer fazer uma foto na vertical, o corpo se movimenta e a lenta fica parada no monopé.

Para os fotógrafos credenciados ficar no melhor lugar do campo, eles têm que chegar mais cedo no Centro de Imprensa e “pegar uma ficha” para os melhores lugares. Os últimos ficam com os lugares mais inóspitos para fotografar, dentro do campo ou próximo a Tribuna de Imprensa, nas arquibancadas. No campo, o fotógrafo já foi pré-determinado para as laterais do gramado ou atrás das traves, espremidos entre os demais.

foto_copa

Foto de Jonne Roriz, repórter fotográfico do Grupo Estado.

Copa em Natal

Na Capital Potiguar, a “musa” dos fotógrafos foi a Arena das Dunas, iluminada em dias de jogos, ao sabor do pôr-do-sol. Poucos fotógrafos locais conseguiram a credencial da Fifa para fazer a cobertura foto-jornalística da Copa do Mundo em Natal. Um dos principais fotojornalista potiguar, Canindé Soares, ficou de fora durante o mundial. Mesmo sendo o fotógrafo que acompanhou toda a trajetória do estádio, desde a demolição do antigo Machaão até a inauguração da nova Arena das Dunas.

As pessoas que foram assistir aos jogos na Arena das Dunas também fizeram selfies adoidado e colocaram as imagens nas redes sociais. A Fifa Fan Fest, realizada na Praia do Forte, também atraiu muitos fotógrafos que foram registrar a festa entre os estrangeiros e os natalense, numa confraternização única que somente uma Copa do Mundo poderia proporcionar. O pior dia para os fotógrafos foi durante o jogo México e Camarões, que caiu uma chuva torrencial em Natal, molhando equipamentos e prejudicando a narrativa visual da partida.

As Câmeras e a foto do jogo

Os fotógrafos sempre carregam duas câmeras: uma equipada com uma objetiva grande-angular, para usar quando a jogada acontece próximo à ele; e a outra câmera com uma teleobjetiva, que ele vai buscar as cenas em qualquer lugar do campo. Quando acontece um lnace próximo ao fotógrafo, não dá tempo de trocar as lentes. O fotógrafo assiste aos jogos pelo visor de sua câmera para não perder um só lance.

Cada fotógrafo fez, em média, 1.200 imagens por jogo. Como a quantidade aproximada de fotógrafos por jogo era 150, cada partida chegou a ter 180 mil registros, só na primeira fase. Alguns fotógrafos instalam câmeras atrás da trave, com objetivas grande-angulares de 10 mm e claras, sendo disparada por controle remoto ou por cabos.

No final do jogo, fotos que conta toda a história da partida não é, necessariamente, a foto do gol que vai para a primeira página do jornal. Pode ser uma imagem comemorando um gol ou a dor de um jogador atacante, depois de um choque com um zagueiro feroz que defende sua pátria. Ou mesmo o choro dos torcedores que voltaram para casa mais cedo, sem o sonho de conquistar o mundo do futebol e sair bem na foto.

Morre Marinho Chagas, a Bruxa de Natal

marinho3

Na foto de Carlos Eufrásio, eu estou ao lado de Marinho Chagas.

O primeiro domingo junino amanheceu mais triste do que nunca para os potiguares, com a notícia da morte de Marinho Chagas, que faleceu em João Pessoa. Ele passou mal num encontro em um shopping, quando participava de um evento com colecionadores de figurinhas de álbum de Copa do Mundo, na capital paraibana. Marinho morreu aos 62 anos, decorrente de problemas com o álcool.

A última vez que vi Marinho foi durante o Baile das Kengas, no Centro Histórico de Natal, e fiz questão de fazer uma foto ao lado dele (ver foto que abre esse post), assim como faz os fãs de um ídolo. Ele começou a jogar bola no meu time de coração, o “Mais Querido” (ABC FC de Natal) e foi o melhor Lateral Esquerdo da Copa de 1974, na Alemanha.

Antes de pendurar as chuteiras, Marinho ainda jogou no Botafogo do Rio de Janeiro por muitos anos e jogou no Cosmos, dos Estados Unidos, ao lado de Pelé, Beckenbauer e Carlos Alberto, o capitão do Tri. Depois de rodar pelo mundo, voltou para Natal onde vivia uma vida de boêmia até morrer na manhã de hoje, diagnosticado pelos médicos paraibanos como “hemorragia digestiva alta”.

Marinho era figura comum no Beco da Lama, tomando umas canas com os amigos e o irmão Bomba, nos diversos bares e botequins da mais tradicional boemia natalense. Era um cara simples, risonho, brincalhão, cumprimentava todo mundo e fazia questão de posar nas fotos para os fãs do maior jogador de futebol que nasceu em Terras Potiguares. O povo de Natal deveria clamar aos vereadores para que fizessem uma homenagem à Marinho Chagas, colocando seu nome no estádio Arena das Dunas.

fotografia fácil

Blog da Escola de Fotografia Áurea Fotográfica

Don Charisma

because anything is possible with Charisma

UVE

Universitários Vão à Escola

Photo Nature Blog

Nature Photography by Jeffrey Foltice

espaçoÀparte

pequena mídia de pesquisa & reflexão da ferramenta arte

StudioMe Blog

Estúdio de produção especializado em fotografia, focado na criação de imagens pra vida.

Estação Cultural

a arte em bom conteúdo

A NOTÍCIA ONLINE

Jornal Online da região fronteira oeste do Rio Grande do Sul

Luizgadelha's Weblog

Just another WordPress.com weblog

Será Mesmo um Freak Show?

projecto de colaboração entre a Casa da Música, APPC (5ªPunkada) e Dançando com a Diferença

.: SOS Ponta Negra - Natal RN •versão reduzida

Acesse o endereço oficial do BLOG: www.sospontanegra.blogspot.com | Movimento sócio-ambiental que propõe um debate amplo sobre o equilíbrio entre desenvolvimento e qualidade de vida, progresso e meio ambiente, com a população do bairro-praia Ponta Negra - Natal RN, Brasil.

Cachina's Programming Blog

Programação JAVA, DELPHI, Python & PHP

eduardafotografia

Just another WordPress.com site

A walk with my camera

all about human interests

Verve Photo- The New Breed of Documentary Photographers

Photographer and photo editor Geoffrey Hiller has created Verve Photo to feature photographs and interviews by the finest contemporary image makers today.

theuklandscape

Landscape Photography Of The UK by Norfolk Based Photographer Chris Herring

snow monkey photography

travel and street photography

%d blogueiros gostam disto: